Notícias Câmara

Em sessão ordinária, os vereadores de Chapecó autorizaram, via Projeto de Lei (PL), que o Poder Executivo Municipal firme convênio e repasse recursos para algumas entidades da cidade, que promovem ações sociais. O PL foi aprovado por unanimidade e segue para sanção na Prefeitura de Chapecó.

Para a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Chapecó (APAE), serão repassados R$ 136 mil. O Verde Vida Programa Oficina Educativa, a importância de R$ 200 mil. O Centro Associativo de Atividades Psicofísicas Patrick (CAPP), receberá R$ 35,4 mil. Foram destinados R$ 200 mil para o Programa Viver Ações Sociais. Já para a Associação de Deficientes Visuais do Oeste de Santa Catariana (ADEVOSC), o valor definido é de R$ 16,7 mil. A Fraternidade Cristã de Doentes e Deficientes (FCD), terá repasse de R$ 26,4 mil e a Associação de Surdos de Chapecó, receberá R$ 34,1 mil.

O Projeto de Lei ainda estabelece que o pagamento será efetuado conforme Plano de Trabalho de cada entidade beneficiada pelas parcerias com o poder público e os valores serão pagos de forma parcelada mensalmente, durante o ano de 2022.

O presidente da Câmara, João Marques Rosa (PSL), disse que o projeto de lei foi apreciado de forma muito especial pelos vereadores, já que beneficia importantes entidades que auxiliam no desenvolvimento e na manutenção do atendimento aos segmentos populacionais e que se encontram em situação de vulnerabilidade social.