Notícias Câmara

Na manhã desta quinta-feira (21), foi realizado o último encontro da programação que integra o projeto de ações socioeducativas do Poder Legislativo. Em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, trabalhou-se a prevenção e conscientização das formas de violência contra a mulher. Neste ano, o projeto contou com a participação de mais de 100 crianças e adolescentes, alunos da rede municipal de ensino que foram estimulados a refletir sobre o tema e como combater a violência.

A vereadora Marcilei Vignatti, autora do projeto, recebeu os estudantes da E.B.M. Jardim do Lago, que estiveram acompanhados pelas professoras Greici Moratelli Sampaio e Maria Luísa Pereira Anderson. Também participaram do encontro as psicólogas Carline F. B. Dal’Maso e Luciana Lora e os professores Silvia F. Bianchi da Silva e Gilvanio Pedroso, todos da Secretaria de Educação.

Na oportunidade, a vereadora apresentou um panorama da violência contra as mulheres e meninas, os tipos de violência e dados quantitativos. “A estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS), indica que cerca de 35% das mulheres do mundo sofrem algum tipo de violência. No Brasil, são 4,7 mil mulheres assassinadas por ano. Estas quase 13 mortes por dia, tornam o nosso país o quinto mais violento. Não podemos ver e saber destes dados e não fazermos nada. Por isso a importância de debatermos este tema com nossas crianças e adolescentes”, destaca Marcilei.

Ainda de acordo com a vereadora, é importante trabalhar esse assunto para que a violência não seja naturalizada. “Os jovens são os agentes transformadores da nossa sociedade. Quando nos comunicamos com eles, nos comunicamos, também, com toda sua família, possibilitando uma mudança de comportamento”, finaliza Marcilei.