Notícias Câmara

A presidente da Casan, Roberta Mass dos Anjos, o superintendente Regional da Casan, Daniel Scharf e o presidente do Instituto do Meio Ambiente (IMA), Daniel Vinicius Netto, participaram de sessão ordinária desta quinta-feira (24), na Câmara de Vereadores de Chapecó. A participação dos representantes das duas instituições atendeu a um requerimento de autoria do vereador Fernando Cordeiro (PSC). O assunto foi sobre os problemas de fornecimento de água no município.

Fernando Cordeiro usou a tribuna para destacar que o problema da falta de água em Chapecó é histórico e que o município tem pressa em resolver esse problema. “É importante sabermos os detalhes das ações da Casan tanto no Lajeado São José quanto nas obras da adutora do Rio Chapecozinho”.

A presidente da Casan, informou que novos reservatórios e abertura de poços artesianos ainda estão em processo de licitação para melhorar a distribuição de água em Chapecó. Roberta Maas dos Anjos disse que a segunda etapa da limpeza do Lajeado São José será realizada a partir do mês de outubro e ainda destacou a importância das obras do Rio Chapecozinho. “Os testes de vazão mostram que a melhor opção de captação é pelo Chapecozinho. O prazo para terminar a obra é de três anos”.

Já o presidente do IMA, confirmou que as licenças ambientais estão em processo de finalização para as obras pleiteadas pela Casan. Em relação a limpeza do São José, uma licença prévia deve ser emitida na próxima semana. “Outra licença para início da obra da adutora do Chapecozinho também está em fase de conclusão”, explicou Daniel Netto.

O presidente da Câmara, João Marques Rosa (PSL), disse que esse encontro em plenário, foi mais uma oportunidade dos vereadores questionarem e fiscalizarem as ações da Casan para resolver definitivamente o problema da falta de água em Chapecó.