Notícias Câmara

O Poder Legislativo de Chapecó, inaugurou nesta segunda-feira (14), uma galeria, que foi denominada Vereador Carlos Valentim Baldissarelli “Chinho”. O espaço fica localizado no mesmo andar do plenário da Casa e abriga homenagens recebidas pela Câmara Municipal. Um ato restrito para alguns vereadores e membros da família de “Chinho”, foi realizado na inauguração que teve também descerramento da placa.

A Câmara de Vereadores recebeu diversas homenagens de entidades, associações e representantes da sociedade civil. A ideia de criar uma galeria foi para reunir todos esses reconhecimentos em apenas um local. “É uma maneira das pessoas que visitam o poder legislativo conhecer essas homenagens”, lembra o presidente, vereador Ildo Antonini (DEM).

Além do presidente, participaram do ato de inauguração, familiares do ex-vereador “Chinho”. Entre eles, Lourdes Baldissarelli, Carla Baldissarelli Filipack, Demétrius Baldissarelli, Tereza Baldissarelli, Vitor Baldissarelli e Bruno Baldissarelli.

O presidente, Ildo Antonini, falou da importância da galeria, mas principalmente destacou a homenagem ao ex-vereador. “Tive a honra de trabalhar junto com o Chinho no legislativo e foi um grande vereador. É um justo reconhecimento a quem contribuiu muito com Chapecó”, relata. O filho de “Chinho”, Demétrius Baldissarelli, agradeceu a homenagem. “Os familiares estão muito honrados com este momento. Agradecemos ao legislativo em homenagear uma pessoa que sempre quis o bem de nossa cidade”, destacou.

Carlos Valentin Baldissarelli “Chinho”

Carlos Valentin Baldissarelli, nasceu em 26 de novembro de 1936, no distrito de Marechal Bormann. Seu primeiro emprego foi na Chapecó Indústria e Comércio S.A e permaneceu na empresa por aproximadamente 40 anos. Foi membro fundador da Câmara Junior Chapecó, que teve fundamental importância na sua vida profissional e pessoal.

“Chinho” esteve como vereador, por três legislaturas. Na primeira, no período entre os anos de 1983 e 1988, foi eleito pelo PMDB, o vereador mais votado. Na segunda legislatura, no período entre os anos de 1989 e 1992, quando também exerceu o cargo de presidente do legislativo, entre os anos de 1989 e 1990. E, na terceira legislatura, no período entre os anos de 1997 e 2000, sendo em ambas legislaturas, eleito pelo PFL.

Em agosto deste ano, “Chinho” acabou falecendo, o que provocou inúmeras manifestações de entidades públicas e privadas de Chapecó, que reconheceram seu trabalho para o desenvolvimento do município.